Vidas em Jogo

Filme vidas em jogo

Vidas em Jogo é um filme pouco conhecido do diretor David Fincher, protagonizados por Michael Douglas e Sean Penn, este filme foi feito logo depois do “hype” de Seven- Os sete Crimes Capitais e que não obteve o mesmo sucesso.

Na historia do filme o milionário Nicholas Van Orton (Michael Douglas) está entediado com sua vida e deprimido com o seu aniversario, que traz lembranças do suicídio do pai, até que seu irmão Conrad (Sean Penn) o presenteia com um cartão de uma empresa misteriosa que oferece “jogos” que mudará sua vida.

Quando Nicholas resolve topar a brincadeira sua vida vira de ponta a cabeça. Levando a crer que esta correndo perigo, ele vai atrás dos responsáveis pelo jogo, nos conduzindo em uma trama de suspense fantástico. O personagem chega a ficar paranóico e desejando que tudo acabe logo.

Logo no inicio ele encontra um palhaço de madeira em frente a sua mansão com uma chave na boca que o ajudara durante o caminho, coisas mais estranhas começam a ocorrer quando ele encontra uma loira misteriosa e um taxista quase o mata afogado, aumentando ainda mais sua paranóia e fazendo com que ele não acredite em ninguém.

Para mim, Nicholas Van Orton se assemelha um pouco com o Gordon Gecko do filme Wall Street também interpretado por Michael Douglas, mas no decorrer da película ele vai se distancia da semelhança, e através das provações, Nicholas vai se redimindo dos seus pecados.

Não é um dos melhores filmes do David Fincher, mas merece ser conferido, o filme na época de seu lançamento foi deixado meio de lado mesmo com os nomes envolvidos na produção e não entendo o por que. Vidas em Jogo merece ser conferido, um bom filme de suspense e tem a marca do diretor de Clube da Luta.

E vendo a historia do filme e dessa novela das seis que esta passando na Globo, você verá claras semelhanças com a historia do filme, e comprovar que chacrinha sempre esteve certo por que “nada se cria, tudo se copia”, a auto da novela deu uma CHUPADA tremenda no plot do filme.

Trailer:

Anúncios

Paranoid Park

Poster do filme

Poster do filme

Gus Van Sant (Gênio Indomável) retorna ao mundo dos jovens dirigindo esse filme, onde ele foca a historia no grupo dos skatistas, contando a historia de Alex Tremain um típico jovem americano pertencente a esse grupo cheio de duvidas, principalmente depois que se envolve em uma confusão.

O filme é contado em forma de flashbacks, em que Alex escreve em um caderno todos os seus medos e a rotina de sua vida, usando o caderno como uma forma de libertação de seus demônios e assim conhecendo um pouco de si mesmo.

Parte desses medos é causado após  acidentalmente ter matado um homem, e por esse crime está sendo investigado pela policia, ele fica em um dilema sobre ocultar tudo isso ou se entregar. Relacionamentos, amizade  e solidão  Van Sant vai nos entregando tudo isso, e conta com ajuda de uma bela trilha sonora que conta com Elliot Smith.

Para ilustrar como o protagonista está perdido, Van Sant nos mostra como ele reage na sua primeira vez com a namorada, uma cena sem  musica fixada mais nos olhos de Alex e rápida, uma cena que não passa emoção nenhuma de amor, apenas o de que ele não esta ali, a sua mente esta mergulhada em seus problemas e ainda o diretor mostra a futilidade como o sexo é retratado, quando após a transa a namorada de Alex liga para as amigas contando o que aconteceu entre eles.

Um filme sincero, sem estereótipos e mostra como os adolescentes reagem ao mundo e ao amadurecimento, para quem é fã dos filmes Kids e Ken Park do também americano Larry Clark (Van Sant é muito mais diretor que Larry Clark em minha opinião), irá gostar de Paranoid Park. Vejam, é o Gus Van Sant em grande forma e com a liberdade que lhe cabe bem.

Trailer:

Como Enlouquecer seu Chefe

office_spacecinemavelho

Mike Judge, criador da dupla “Beavis and Butt-head” roteiriza e dirige essa comédia sensacional sobre a vida nos escritórios. O filme acompanha a rotina de Peter Gibbons (Ron Livingston) um sujeito que está insatisfeito com sua vida e seu trabalho burocrático.

Peter tem uma namorada, dois amigos “losers”, um vizinho meio maluco e uma paixão platônica por Joana (Jennifer Aniston, maravilhosa) que trabalha em uma lanchonete perto do seu serviço. Com problemas em seu relacionamento Peter vai junto com sua namorada em um Hipnologo (psicólogo que usa da hipnose em seus tratamentos) a partir daí sua vida tem uma guinada.

Ele decide ser um cara relapso em seu emprego, não cumpre ordens e faz tudo que dá na sua telha, termina com sua namorada e se declara para Joana. Alem dele temos os seus dois amigos do escritório Michael Bolton (não é o cantor) e Samir Naah… alguma coisa, que tem uma briga incrível com a impressora do escritório.

Mesmo com seu total relapso diante o serviço, Peter é promovido. Mas mesmo com a promoção ele se sente ainda insatisfeito e planeja junto com seus amigos dá um golpe na empresa o que não dá muito certo.

O filme tem cenas clássicas como a destruição da impressora que é engraçadíssima, e a deles presos no engarrafamento e algumas falas hilariantes. Os três pedindo dicas e informação como lavar dinheiro para um vendedor de revistas na minha é uma das melhores.

Como Enlouquecer seu Chefe  é um dos melhores filmes de comedia da década de noventa, com seu humor acido ele expõe o perfil da vida moderna.

Trailler