Paranoid Park

Poster do filme

Poster do filme

Gus Van Sant (Gênio Indomável) retorna ao mundo dos jovens dirigindo esse filme, onde ele foca a historia no grupo dos skatistas, contando a historia de Alex Tremain um típico jovem americano pertencente a esse grupo cheio de duvidas, principalmente depois que se envolve em uma confusão.

O filme é contado em forma de flashbacks, em que Alex escreve em um caderno todos os seus medos e a rotina de sua vida, usando o caderno como uma forma de libertação de seus demônios e assim conhecendo um pouco de si mesmo.

Parte desses medos é causado após  acidentalmente ter matado um homem, e por esse crime está sendo investigado pela policia, ele fica em um dilema sobre ocultar tudo isso ou se entregar. Relacionamentos, amizade  e solidão  Van Sant vai nos entregando tudo isso, e conta com ajuda de uma bela trilha sonora que conta com Elliot Smith.

Para ilustrar como o protagonista está perdido, Van Sant nos mostra como ele reage na sua primeira vez com a namorada, uma cena sem  musica fixada mais nos olhos de Alex e rápida, uma cena que não passa emoção nenhuma de amor, apenas o de que ele não esta ali, a sua mente esta mergulhada em seus problemas e ainda o diretor mostra a futilidade como o sexo é retratado, quando após a transa a namorada de Alex liga para as amigas contando o que aconteceu entre eles.

Um filme sincero, sem estereótipos e mostra como os adolescentes reagem ao mundo e ao amadurecimento, para quem é fã dos filmes Kids e Ken Park do também americano Larry Clark (Van Sant é muito mais diretor que Larry Clark em minha opinião), irá gostar de Paranoid Park. Vejam, é o Gus Van Sant em grande forma e com a liberdade que lhe cabe bem.

Trailer:

Anúncios